gallery/logo_jornal_virtual4

Porque você deve substituir o óleo de cozinha por banha 

 

Por Leandro Isola.

Houve um tempo em que a humanidade só consumia gordura animal. Foi no inicio do século XX que se iniciou o consumo do óleo vegetal ao ponto de sua quase total substituição a gordura vegetal. Propagou-se por muito tempo que o óleo vegetal era mais saudável do que banha e alem da soja tantos outros foram apresentados como alternativas melhores para o uso alimentício dos óleos, mas seria isso mesmo verdade ?

Esse mito começa a cair, o Dr. Romualdo Lima nos explica: “Até 1911 não havia nenhum registro de infarto do miocárdio nos Estados Unidos, foi justamente nesse ano que se introduziu o óleo vegetal no mercado, o Dr. Paul White fez um estudo que constatou que em 1930 foram registrados 300 casos de infarto e em 1960 já eram 30,000 casos. Existem inúmeros produtos no mercado que afirmam ser ‘saudável’, mas a verdade por trás de cada produto é revelada lentamente, ao longo do tempo, quando estes produtos começam a afetar a sua saúde, e as revelações são feitas quanto à salubridade real de um determinado produto.

Nos últimos 60 anos os “especialistas” nos fizeram acreditar que os óleos vegetais eram extremamente saudáveis e muito mais seguros. Segundo o Dr. Rondó, especialista no assunto “Diziam também que a banha de porco deveria ser banida de uma vez por todas da nossa alimentação. Quanta bobagem! Até as primeiras décadas do século 20 todo mundo cozinhava usando a banha de porco sem nenhum tipo de questionamento.”

Veja só mais alguns mitos relacionados à banha de porco. Sinceramente eu espero que eles mudem os seus conceitos sobre este alimento:

Ótima para cozinhar

O óleo que usamos todos os dias para cozinhar, quando aquecido em demasia, contém um grande número de compostos que são tóxicos para a saúde, tais como radicais livres, que são cancerígenos, quando consumido por um longo tempo. A banha, no entanto, atinge a temperatura certa para fritar alimentos muito mais rápido, por isso vai cozinhar mais rapidamente e a comida acaba sendo muito mais saudável.

Banha de porco causa doença cardíaca ? – Não

Enquanto a gordura animal é saudável para as suas artérias, sobre os óleos vegetais não podemos dizer o mesmo. Segundo um estudo de longa duração envolvendo 458 homens que sofreram ataque cardíaco ou angina, os indivíduos que substituíram gorduras animais por óleo vegetal, tiveram o dobro de mortes quando comparados com homens que consumiram gordura animal.

Nutritiva

A banha contém principais nutrientes que são benéficos para a saúde, como vitaminas B e C, além de minerais como fósforo e ferro. Uma coisa notável é que ela é isenta de açúcar, tornando-a excelente para as pessoas com diabetes; também contém uma baixa quantidade de sódio.

Saudável para o coração:

Não há nenhum problema em relação à gordura saturada animal, como se pregou. Só que a banha não é gordura saturada pura. Esse é outro mito feito pela indústria dos óleos vegetais para descredenciar essa gordura. Na verdade, a banha tem uma composição perfeitamente balanceada com cerca de 40% de gordura saturada e 45% de gordura monoinsaturada.

Boa contra a depressão

A banha é rica em ácido oleico, uma gordura cujo consumo está diretamente relacionado ao menor risco de depressão. Ao comer banha de porco, ou cozinhar alimentos nele ou preparações culinárias, você vai dar ao seu corpo este ácido que evitará que sofra deste distúrbio.

E falando de gorduras, banha de animais criados soltos, pastoreando, são riquíssimos em ômega 3.

O diabético, que pela sua própria condição é mais vulnerável a problemas vasculares deve, portanto, evitar os excessos de gordura na alimentação.

Quer ver o vídeo abaixo completo coloque no Youtube a seguinte frase de busca.  Como envelhecer sem ficar Velho.
Edição de Roberto Nascimento Gomes